Terçol no Olho: Causas, Sintomas e Tratamentos

Terçol
Terçol

 

Terçol no Olho: Causas, Sintomas e Tratamentos – O terçol no olho é um problema comum que afeta muitas pessoas. Apesar de ser incômodo, ele pode ser tratado rapidamente se os cuidados adequados forem tomados. Neste artigo, vamos explorar em detalhes o que é o terçol, suas causas, sintomas e opções de tratamento. Continue lendo para saber mais!

 

O que é o terçol?

O terçol é uma inflamação nas glândulas das pálpebras, que são estruturas extremamente importantes para proteger e lubrificar os olhos. Essas glândulas também ajudam a espalhar a umidade por meio do líquido lacrimal. Quando ocorre o terçol, há um acúmulo de secreção ou pus próximo à raiz dos cílios.

Existem duas glândulas responsáveis pela produção de gordura e lubrificação dos olhos: as glândulas Zeiss e Mol. O terçol surge quando essas glândulas ficam entupidas ou são afetadas por bactérias estafilocócicas. Isso pode acontecer devido ao acúmulo indevido de secreção ou como resultado de outra infecção causada por bactérias presentes na pele.

Pessoas de todas as idades podem ter terçol, mas é mais comum em algumas situações, como quando há excesso de oleosidade nos olhos, estresse ou falta de nutrientes. É importante ressaltar que o terçol não é contagioso, mas requer cuidados para evitar complicações.

 

Terçol ou Calázio?

É comum confundir o terçol com outro problema ocular chamado calázio. O calázio é um cisto não infeccioso que surge na glândula interna dos olhos, chamada de Meibômio. Diferentemente do terçol, o calázio é causado pela obstrução do canal de saída dessa glândula e não por bactérias.

 

Causas e sintomas do terçol

A principal causa do terçol é a infecção pela bactéria Staphylococcus Aureus, que obstrui as glândulas sebáceas das pálpebras. Essa bactéria é uma das maiores causadoras de terçol e está presente na pele humana. Além disso, problemas no funcionamento das glândulas ou condições como blefarite podem levar ao acúmulo de substâncias nos olhos e causar a inflamação.

Os sintomas mais comuns do terçol incluem um pequeno nódulo vermelho, coceira, sensibilidade à luz, sensação de corpo estranho, dor localizada e aumento da temperatura na região afetada. É importante ressaltar que, na maioria dos casos, os sintomas do terçol desaparecem em poucos dias.

 

O terçol é contagioso?

Ao contrário da conjuntivite, o terçol não é contagioso. Portanto, não é necessário usar óculos escuros ou se isolar caso esteja com terçol.

 

Tratamento do terçol

Existem medidas simples que podem ajudar a aliviar os sintomas e acelerar a cura do terçol. No entanto,consulte um oftalmologista para obter um diagnóstico adequado e indicar o tratamento mais adequado para cada caso.

O tratamento geralmente envolve a higienização da área afetada e da pele ao redor para evitar o acúmulo de secreção. Compressas mornas e úmidas também podem ser aplicadas para auxiliar na drenagem do conteúdo. É importante ter cuidado ao aplicar as compressas, pois a área é sensível. A aplicação pode ser feita de três a quatro vezes ao dia, por cerca de dez a quinze minutos cada vez.

Em alguns casos, o médico pode prescrever pomadas antibióticas, colírios ou medicação oral, dependendo da gravidade do terçol. Em situações mais graves, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica para drenar o pus. Essa prática envolve anestesia local e o paciente geralmente recebe alta no mesmo dia.

A maioria dos terçóis desaparece em cerca de quatro dias, no máximo uma semana. É importante procurar um oftalmologista caso os sintomas persistam ou se agravem, pois a falta de tratamento adequado pode levar a complicações mais graves.

 

Cuidados para quem tem terçol

Para ajudar na recuperação mais rápida do terçol, é importante seguir alguns cuidados importantes:

  • Mantenha a higiene dos olhos e das mãos.
  • Evite usar maquiagem na região dos olhos para evitar a propagação e prolongamento do terçol.
  • Tenha cuidado ao usar lentes de contato. Dependendo do tamanho do terçol, pode ser melhor evitá-las até a resolução do problema.
  • Se você tem doenças de pele, como rosácea ou blefarite, é importante seguir o tratamento adequado para evitar o aparecimento de infecções.
  • Nunca esprema ou fure o terçol. É fundamental que ele seja acompanhado por um médico para evitar complicações.

Além desses cuidados, é importante prestar atenção aos sinais do corpo e não deixar para depois os cuidados necessários. A saúde ocular e o alívio dos sintomas dependem da forma como você acolhe o tratamento e o segue.

O terçol no olho pode ser incômodo, mas com o tratamento adequado, ele desaparece rapidamente. Se você gostou deste conteúdo, assine nossa newsletter para receber mais informações úteis sobre saúde ocular.

 

Perguntas Frequentes:

1. O que é um terçol?

Um terçol, também conhecido como hordéolo, é uma infecção comum que afeta as glândulas sebáceas das pálpebras. Ele causa uma protuberância vermelha e dolorosa, muitas vezes parecida com uma espinha, na borda da pálpebra. Terçóis podem ser internos (dentro da pálpebra) ou externos (na base dos cílios).

2. Como os terçóis são causados?

Os terçóis são causados principalmente por infecções bacterianas, geralmente pela bactéria Staphylococcus. A infecção ocorre quando as glândulas sebáceas na borda da pálpebra ficam bloqueadas, acumulando óleo e bactérias.

3. Quais são os sintomas de um terçol?

Os sintomas comuns incluem inchaço, vermelhidão e sensibilidade na pálpebra afetada. Pode haver coceira, ardência e desconforto ao piscar. Às vezes, um ponto de pus pode se formar na parte central do terçol.

4. Os terçóis são contagiosos?

Terçóis não são altamente contagiosos. Geralmente não são transmitidos de pessoa para pessoa através do contato casual. No entanto, as bactérias que causam terçóis podem ser transferidas por meio do contato direto com os olhos, então é importante manter uma boa higiene pessoal.

5. Como os terçóis são tratados?

A maioria dos terçóis desaparece por si só em algumas semanas. Aplicar compressas mornas e úmidas várias vezes ao dia pode ajudar a aliviar os sintomas e acelerar o processo de cura, pois isso ajuda a drenar o pus. Em casos mais graves, um médico pode prescrever antibióticos tópicos ou orais.

6. Quando devo procurar um médico?

Procure um médico se o terçol não melhorar após algumas semanas, se a dor e o inchaço forem muito intensos, se a visão for afetada ou se você tiver terçóis frequentes.

7. Posso prevenir terçóis?


Manter uma boa higiene pessoal e não esfregar os olhos com as mãos sujas pode ajudar a prevenir a ocorrência de terçóis. Além disso, evite compartilhar produtos de maquiagem para os olhos e lentes de contato com outras pessoas.

 

As informações fornecidas aqui não substituem o conselho médico. Se você suspeitar de um terçol ou tiver algum incomodo nos seus olhos, é importante sempre consultar um oftalmologista para avaliar sua saúde ocular e realizar os exames necessários para manter sua visão em perfeito estado.

 

Informação Adicional: A saúde ocular é fundamental para a qualidade de vida das pessoas. Realize consultas regulares com profissionais especializados para prevenir e tratar problemas visuais. Sempre consulte um médico oftalmologista em caso de sintomas ou dúvidas sobre sua visão.

 

Leia Também:

 

Fonte: Ministério da Saúde

Postagens