CIRURGIA DE MIOPIA: OS 4 PRINCIPAIS RISCOS

CIRURGIA DE MIOPIA: OS 4 PRINCIPAIS RISCOS – Não enxergar bem de longe é uma característica comum dos míopes e que pode afetar intensamente a qualidade de vida. Para livrar-se dos óculos ou lentes de contato, a melhor possibilidade consiste em realizar uma cirurgia de miopia.

Como qualquer intervenção, essa etapa possui riscos que nem sempre são considerados. Sendo o olho míope mais sensível e exigindo mais cuidados, reconhecer essas questões é fundamental.

Veja, portanto, quais são os 4 principais riscos e saiba tudo!

1. O descolamento de retina é uma das possíveis consequências da cirurgia de miopia – CIRURGIA DE MIOPIA: OS 4 PRINCIPAIS RISCOS

Um dos problemas entre quem é míope é que a retina tende a ficar mais fragilizada, especialmente por causa do globo ocular de tamanho maior do que deveria. Nesse cenário, a ruptura entre a membrana e o globo ocular acontece com muita frequência após a cirurgia.

Ao mesmo tempo, é importante notar que isso não se deve ao procedimento, em si. Trata-se de uma consequência do próprio desvio ocular, especialmente quando o grau é mais elevado.

Se não tratado corretamente, esse quadro gera a perda de visão definitiva graças à falta de nutrientes.

2. O astigmatismo irregular pode surgir por causa da curvatura da córnea – CIRURGIA DE MIOPIA: OS 4 PRINCIPAIS RISCOS

Outro problema que pode surgir é o astigmatismo irregular. Enquanto a correção de menos ou em excesso na córnea mantém o grau da miopia em vários casos, mesmo a correção adequada pode conduzir ao astigmatismo.

Isso acontece porque quem é míope normalmente tem a curvatura do olho intensificada. Com a cirurgia de miopia, isso não é totalmente resolvido e pode levar a um grau diferenciado, que gera a condição de visão irregular tanto de longe quanto de perto.

Eventualmente, o risco é que seja necessário realizar outra intervenção ou, então, que o problema seja definitivo.

3. A perda de contraste de visão aparece com bastante frequência

Não acontece com todos, mas um dos principais riscos ao realizar a cirurgia de miopia é a perda de contraste da visão, ao menos parcialmente ou temporariamente.

Isso normalmente ocorre logo após a cirurgia, quando ainda há a fase de cicatrização do procedimento. Como a área está sensibilizada, é comum haver a fotofobia e a sensação de névoa nos olhos.

Em geral, tudo isso desaparece rapidamente, tão logo o processo de cicatrização aconteça. Porém, em casos raros essa condição passa a ser definitiva, em maior ou menor grau.

4. A perda de qualidade de visão é um risco menos comum

Não acontece sempre, mas é importante considerar que a cirurgia pode gerar uma perda de visão, total ou parcial.

Como observado, o descolamento da retina impede a chegada de nutrientes e pode levar à morte da membrana, comprometendo a capacidade de enxergar.

Também pode ocorrer de a córnea ser muito fina ou, em graus maiores, o olho míope não reagir corretamente. Em geral, a maior parte desses problemas associados é corrigida com um bom pré-operatório, de modo a conduzir ao melhor resultado possível.

Conhecendo os riscos da cirurgia de miopia, não deixe de conversar com seu oftalmologista. Ele poderá dar indicações personalizadas para o seu caso e definir se essa é a melhor escolha para o seu quadro.

Fonte: Ministério da Saúde

Você também poderá está procurando por:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *