AS 4 CAUSAS DE ENXAQUECA MAIS COMUNS

AS 4 CAUSAS DE ENXAQUECA MAIS COMUNS – As enxaquecas se diferem das dores de cabeça comuns por apresentarem sintomas bem distintos, e podem estar relacionadas a diversos fatores externos e internos. Geralmente relatadas aos oftalmologistas em primeira mão, as razões da enxaqueca podem ou não estar ligadas a problemas oculares. Conheça algumas das principais causas de enxaqueca no artigo abaixo.

Traços genéticos – AS 4 CAUSAS DE ENXAQUECA MAIS COMUNS

Primeiramente, é preciso ter em mente que a enxaqueca se difere das dores de cabeça comuns por conta de seus sintomas. Em geral, elas vêm acompanhadas de vômitos e só passam após a ingestão de medicamento específico e repouso. É comum durarem horas e acometerem, em sua maioria, mulheres.

Em uma entrevista ao Dr. Dráuzio Varella, o Dr. Mário Peres, médico neurologista, do corpo clínico do Hospital Albert Einstein e professor de Neurologia na Faculdade de Medicina do ABC de São Paulo, citou que a predisposição genética também deve ser considerada e investigada em casos de enxaquecas graves. Porém, é importante ressaltar que as cefaleias são multifatoriais, ou seja, podem ser desencadeadas por uma série de fatores.

Ciclo hormonal nas mulheres – AS 4 CAUSAS DE ENXAQUECA MAIS COMUNS

Não é raro encontrar mulheres no período da TPM (Tensão Pré Menstrual) com enxaqueca. Nesse período, os hormônios estão trabalhando de uma maneira diferente. Em geral, mesmo aquelas que tomam pílulas para regular o ciclo e fazem uma pausa para a suspensão podem apresentar enxaquecas nesse período. A causa de enxaqueca, nesse caso, é descompensação de alguns hormônios. Após esse período, a mulher não sentirá mais os sintomas.

Causas de enxaqueca fazem parte do cardápio

Se você é fã de café, bebidas cafeinadas (alguns refrigerantes de cola, chás pretos), chocolates, e até mesmo analgésicos, saiba que você pode estar mais exposto ao risco de apresentar enxaquecas. Quem abusa do chocolate, das frutas cítricas, dos alimentos muito gelados, das nozes, dos alimentos gordurosos ou condimentados e ricos em glutamato monossódico (presente em salgadinhos, molhos, adoçantes), não só estão mais predispostos às causas de enxaqueca, mas também são fortes candidatos a intensificá-las. Para aqueles que já sofrem de enxaqueca, o ideal é evitar todos esses alimentos.

Causas por problemas de visão

Segundo o oftalmologista Eduardo de Lucca, que integra o corpo clínico do Instituto de Moléstias Oculares (IMO), há algumas doenças oftalmológicas que, quando não tratadas, podem ser as causas de enxaqueca. Alguns exemplos são a hipermetropia, a miopia e o astigmatismo.

Geralmente, as dores de cabeça têm início após um período de esforço visual, é a chamada astenopia. Um dos sintomas de outras condições como estrabismos, insuficiências de convergência, uveítes e glaucoma agudo também podem ser a causa da enxaqueca.

Há, por outro lado, a enxaqueca oftálmica ou enxaqueca retiniana, conhecida como aura visual, que é um pouco diferente das enxaquecas comuns por afetar a visão e outros sentidos. Nesses casos, os pacientes relatam enxergarem luzes ou tremer a visão embaçada minutos antes de sere acometidos pela enxaqueca.

Apesar do nome, as causas de enxaqueca oftálmica ou enxaqueca retiniana são exclusivamente neurológicas.

Em todo caso, seja qual for o sintoma a aparecer primeiro, um médico precisa ser consultado.

Fonte: Ministério da Saúde

Você também poderá está procurando por:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *